Receba meu informativo

O financiamento público, pelo BNDES, de R$ 146 milhões, para a ampliação de quartos do Hotel Gloria, tem servido para descaracterizá-los e reduzi-los de 610 para apenas 231 quartos.
NÚMERO DE ARTIGOS: 8

Patrimônio Cultural no Rio: caranguejando…

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter
0

Nesta quinta-feira estava feliz. Ia, finalmente, escrever um blog elogiando uma ação do governo municipal em prol do patrimônio cultural da Cidade. Mas, no final da tarde, a confirmação do anúncio da venda das ruínas do ex-Hotel Glória me fez desistir de um artigo só de engrandecimentos.

Em matéria de preservação do patrimônio cultural da cidade é um prá frente e dois prá trás. Caranguejando e olhe lá. 

Leia mais ...

Hotel Glória, um patrimônio perdido

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter
0

Não houve tempo para que os cariocas lamentassem a perda do Hotel Glória. Hoje, pouco resta do local que já foi um imponente hotel que hospedou celebridades e Chefes de estado, além de espetáculos em seu inesquecível teatro.

Leia mais ...

“Estranha ironia”

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter
0

Confiram o desabafo da moradora do bairro da Glória, Silvia Steinberg, compartilhado por vários vizinhos dos quatro edifícios da Rua do Russel que fazem divisa com as obras do hotel Glória. 

Leia mais ...

Hotel Glória : Fiscalização parlamentar

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter
0

Diz-se, constantemente, que uma das tarefas dos parlamentares é a de fiscalização.  Mas não devemos nos enganar, pois a Constituição dá aos parlamentares poderes restritos de fiscalização.

Leia mais ...

Adeus, Hotel Glória – II: responsabilidades!

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter
0

O financiamento público de R$ 146 milhões, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), para a “reforma” do histórico Hotel Glória foge à qualquer lógica do  discurso das autoridades

Leia mais ...

Adeus, Hotel Glória – I

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter
0

Os cariocas não tiveram tempo de chorar a perda do Hotel Glória.

O edifício que lá está, já não pode ser reconhecido como o imponente hotel que hospedou celebridades e Chefes de Estado, e que abrigou inúmeros espetáculos em seu inesquecível teatro.

Leia mais ...

Desmonte do Hotel Glória: anos de prejuízos e transtornos

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter
0

Em maio deste ano, nosso Gabinete registrou o cenário devastador do desmonte do Hotel Glória para a implantação do “Glória Palace”, e que tem alterado de forma significativa o cotidiano dos moradores de prédios da Rua do Russel, vizinhos das obras.

Leia mais ...

Desmonte do Hotel Glória traz transtornos à vizinhança

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter
0

Um cronograma “furado”, um projeto sem muitos detalhes e muitos “imprevistos”, somados ao barulho ensurdecedor de máquinas durante todo o dia, à poeira contínua e ao desconforto compulsório sem data prevista de finalização

Leia mais ...

 

A História da Barra da Tijuca - Projeto piloto Lúcio Costa

Crédito: Rj Rio de Janeiro
  • Ocupação irregular ameaça Arco Metropolitano 17 | Outubro | 2016
    Ocupação irregular ameaça Arco Metropolitano
    0

    A verdadeira falência do Estado do Rio de Janeiro é a falta de governança, de planejamento e fiscalização nos últimos 10 anos.  Neste período, antes da crise, recebeu muito dinheiro do governo federal e muito dinheiro de royalties.  Fez esta obra do Arco Metropolitano, ainda sem acabamento, mas não fez o planejamento das terras lindeiras, nem o planejamento de sua fiscalização e uso futuro, que a coloca em risco.   O pior dos governos sucessivos do PMDB entre nós – aí incluo o Executivo e o Legislativo, neste período – foi a destruição do serviço público no Estado.  Agora, a imprensa que o apoiou chora as mágoas.  Confira aqui. (mais…)

  • Metrô: a nova velha linha 1 que virou 4 29 | Setembro | 2016
    Metrô: a nova velha linha 1 que virou 4
    0

    A extensão da linha 1 do Metrô até a Barra, denominada de Linha 4, foi avaliada no artigo de Atílio Flegner.  Vale a pena ler.  Destaco o trecho sobre o preço da integração deste modal com o BRT, cujo abatimento foi ridículo, e a ainda inexistente integração com os ônibus. (mais…)

  • Por que a Justiça suspendeu as multas relativas aos faróis acesos nas estradas? 9 | Setembro | 2016
    Por que a Justiça suspendeu as multas relativas aos faróis acesos nas estradas?
    0

    Em um conciso artigo, a advogada Rebeca Leão explica porque a Justiça Federal suspendeu, para todo Brasil, a cobrança da multa relativa à lei que obriga circular com farol aceso, nas estradas, durante o dia. (mais…)

  • Moradia: em Teresópolis, na Região Metropolitana do Rio, também não tem ! 24 | Agosto | 2016
    Moradia: em Teresópolis, na Região Metropolitana do Rio, também não tem !
    0

    Neste final de semana, transitando pelo Rodovia Teresópolis-Friburgo, observei o crescimento injustificável das favelas ao longo desta via, logo após a 1ª entrada daquela cidade serrana. (mais…)

  • Não entregue o seu carro à pessoa não habilitada: é crime 15 | Agosto | 2016
    Não entregue o seu carro à pessoa não habilitada: é crime
    0

    Jurisprudência de interesse O Superior Tribunal de Justiça – STJ – fixou, em definitivo, o entendimento de que há crime de “perigo abstrato” se o proprietário do veículo entrega seu carro a pessoa não habilitada, (sem habilitação, com habilitação suspensa ou em estado de embriaguez).  Este entendimento foi estabelecido na Súmula 575  e vincula os julgados no país. (mais…)

Parque do Flamengo - Marina da Glória - 11/ 2016

Galeria completa aqui

  • Enterramento de fios 16 | Novembro | 2016
    Enterramento de fios
    0

    Em São Paulo, a exemplo também do Rio de Janeiro e de muitas outras cidades brasileiras, observamos o padecimento desta desfunção urbana; postes e fios abundantes e emaranhados. Uma incapacidade urbanística, estética e funcional. Neste artigo, a urbanista Raquel Rolnik destaca a resistência da Eletropaulo em enterrar os fios, deixando os paulistanos no escuro. Confira aqui. (mais…)