Receba meu informativo

O financiamento público, pelo BNDES, de R$ 146 milhões, para a ampliação de quartos do Hotel Gloria, tem servido para descaracterizá-los e reduzi-los de 610 para apenas 231 quartos.
NÚMERO DE ARTIGOS:8

Patrimônio Cultural no Rio: caranguejando…

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0
0

Nesta quinta-feira estava feliz. Ia, finalmente, escrever um blog elogiando uma ação do governo municipal em prol do patrimônio cultural da Cidade. Mas, no final da tarde, a confirmação do anúncio da venda das ruínas do ex-Hotel Glória me fez desistir de um artigo só de engrandecimentos.

Em matéria de preservação do patrimônio cultural da cidade é um prá frente e dois prá trás. Caranguejando e olhe lá. 

Leia mais ...

Hotel Glória, um patrimônio perdido

Share on Facebook23Tweet about this on Twitter0
0

Não houve tempo para que os cariocas lamentassem a perda do Hotel Glória. Hoje, pouco resta do local que já foi um imponente hotel que hospedou celebridades e Chefes de estado, além de espetáculos em seu inesquecível teatro.

Leia mais ...

“Estranha ironia”

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0
0

Confiram o desabafo da moradora do bairro da Glória, Silvia Steinberg, compartilhado por vários vizinhos dos quatro edifícios da Rua do Russel que fazem divisa com as obras do hotel Glória. 

Leia mais ...

Atuação Legislativa : Fiscalização parlamentar

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0
0

Diz-se, constantemente, que uma das tarefas dos parlamentares é a de fiscalização.  Mas não devemos nos enganar, pois a Constituição dá aos parlamentares poderes restritos de fiscalização.

Leia mais ...

Adeus, Hotel Glória – II: responsabilidades!

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0
0

O financiamento público de R$ 146 milhões, pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), para a “reforma” do histórico Hotel Glória foge à qualquer lógica do  discurso das autoridades

Leia mais ...

Adeus, Hotel Glória – I

Share on Facebook11Tweet about this on Twitter0
0

Os cariocas não tiveram tempo de chorar a perda do Hotel Glória.

O edifício que lá está, já não pode ser reconhecido como o imponente hotel que hospedou celebridades e Chefes de Estado, e que abrigou inúmeros espetáculos em seu inesquecível teatro.

Leia mais ...

Desmonte do Hotel Glória: anos de prejuízos e transtornos

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0
0

Em maio deste ano, nosso Gabinete registrou o cenário devastador do desmonte do Hotel Glória para a implantação do “Glória Palace”, e que tem alterado de forma significativa o cotidiano dos moradores de prédios da Rua do Russel, vizinhos das obras.

Leia mais ...

Desmonte do Hotel Glória traz transtornos à vizinhança

Share on Facebook0Tweet about this on Twitter0
0

Um cronograma “furado”, um projeto sem muitos detalhes e muitos “imprevistos”, somados ao barulho ensurdecedor de máquinas durante todo o dia, à poeira contínua e ao desconforto compulsório sem data prevista de finalização

Leia mais ...

 
  • Palestra 22 | Maio | 2015
    “O Rio nas crônicas dos anos 1920”

    A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), recebe a palestra “O Rio nas crônicas dos anos 1920”, proferida pela professora Jane Santucci (UFRJ/Belas Artes). O evento acontece no dia 26 de maio, às 18h, na sala de cursos, com entrada gratuita.

Arqueologia histórica sob pressão urbana

Galeria completa aqui

Espaço


Rio 2016 e os danos ao meio ambiente

Crédito: teleSUR tv

  • Astrofísico americano adere à essencialidade do Planejamento Urbano 18 | Maio | 2015
    Astrofísico americano adere à essencialidade do Planejamento Urbano
    0

    Brian Schmidt, Prêmio Nobel de Física em 2011, em entrevista publicada no jornal "O Globo",  assevera que a questão das mudanças climáticas é o tema mais importante em debate para a sobrevivência do planeta. E as cidades estão no centro desta discussão, já que nas próximas décadas, com a população humana crescendo exponencialmente, seremos cada vez mais urbanos. E sem planejamento é impossível disponibilizar serviços públicos adequados; água e esgoto, iluminação e energia, transportes públicos, escolas e saúde, espaços públicos de lazer, moradia, meio de acesso ao trabalho, dentre outros. Planejar a cidade e regulamentar este planejamento é garantir a possibilidade destes serviços públicos e a qualidade de vida. "Quando você constrói ou transforma uma cidade, deve ter em mente que suas consequências não vão repercutir apenas por cinco anos, mas por séculos.  Então, a emissão de efeito estufa, por exemplo, não deve ser tolerada. Está na hora de planejar as cidades".
  • Exemplo francês: equiparação de vencimentos de funcionários públicos 14 | Maio | 2015
    Exemplo francês: equiparação de vencimentos de funcionários públicos
    1

    Greve de professores, greve do pessoal da Justiça, greve de vários segmentos do funcionalismo público. É que uns ganham muito bem e outros muito mal. No Estado do Rio, até estagiário da Assembléia Legislativa pode ganhar mais do que professor, por lei recentemente aprovada por aquele parlamento!
  • Corte de árvores não autorizado pelo IPHAN 17 | Abril | 2015
    Corte de árvores não autorizado pelo IPHAN
    0

    Durante audiência pública no Ministério Público Federal do Rio, realizada hoje, sobre o projeto de revitalização da Marina da Glória, foi dito que o IPHAN não autorizou, até o momento, qualquer corte de árvores no Parque do Flamengo. Isso significa que a devastação ambiental contra centenas de árvores no bem tombado é ilegal e já deveria ter sido embargada.
  • Quando um Ministro do STF não cumpre a lei, temos um supremo mau exemplo 5 | Abril | 2015
    Quando um Ministro do STF não cumpre a lei, temos um supremo mau exemplo
    1

    O caso do pedido de vistas do Ministro Gilmar Mendes no processo que julga a inconstitucionalidade da contribuição de empresas nas campanhas eleitorais é um supremo caso de desesperança institucional que assola o país.  
  • “Domingos Verdes” em defesa do Parque Público do Flamengo 16 | Março | 2015
    “Domingos Verdes” em defesa do Parque Público do Flamengo
    0

    Um grande evento, uma imensa confraternização. Assim pode-se definir o evento, neste domingo, dia 15 de março, pela preservação do Parque do Flamengo e por uma verdadeira recuperação pública desta área do Rio que está sendo privatizada no espaço da Marina da Glória.