Receba meu informativo


NÚMERO DE ARTIGOS: 401

14 | Agosto | 2013
Professores maltratados = greve no Rio

1

Confiram a carta do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação sobre a situação dos professores do Estado do Rio de Janeiro.

Nesta quarta-feira, dia 14, milhares de profissionais da Educação reivindicaram os seus direitos em grande passeata na cidade. 

De longa data, observamos que não somente várias escolas sofrem com a falta de ação do poder público, mas também os professores tornaram-se alvos do não cumprimento de promessas e da falta de valorização. Por quê?

Leia mais ...

13 | Agosto | 2013
Professor “boia fria”: perto do fim no Rio?

0

No dia 1º de agosto, o prefeito enviou à Câmara Municipal do Rio o projeto de lei 352/2013para alterar na lei 1881/1992 tão somente o artigo que se refere ao professor do ensino básico em regime de 40 horas (inciso IV do artigo 10).

A proposta de lei reafirma que o professor do ensino básico do Município pode ter, quando assim optar, a jornada de 40 horas – agora, sem o regime de “dedicação exclusiva”, como quer o projeto.

Leia mais ...

28 | Fevereiro | 2013
STF: piso dos professores e jornada de 40 horas

5

O STF garantiu, na tarde desta quarta-feira, dia 27, que o pagamento do piso “salarial dos profissionais do magistério público da educação básica“(1), conforme definido em lei, é devido a partir da conclusão do julgamento definitivo, em 2011, da ação judicial que o questionava no STF (ADI 4167).

Com isso, os Estados e Municípios que não estão pagando o piso terão que pagar aos professores os atrasados devidos, a partir 27 de abril de 2011, data do julgamento definitivo da constitucionalidade da norma, pelo Plenário do STF.

Leia mais ...

18 | Fevereiro | 2013
Educação em tempo integral: professores cortados?

4

No Rio é assim: anuncia-se, com pompa e circunstância, que o turno de horário integral será implantado – no futuro – para alunos do ensino fundamental da rede pública e, na prática, o Governo do Rio extirpa os direitos dos professores com dupla regência.

Como fazer escolas em tempo integral sem professores com jornada de trabalho de 40 horas?

Leia mais ...

14 | Março | 2012
Direito do Professor é fundamental !

1

 

O Município está cumprindo a lei federal nº 11.738 que estipula 1/3 da carga horária do professor para atividades extraclasse – e que também cria o piso nacional do magistério ? 

1. Em abril de 2011, o Supremo Tribunal Federal julgou constitucional o dispositivo que prevê que o regime de 40 horas, com o piso básico estabelecido na lei, teria a seguinte composição: máximo de 2/3 em sala de aula, chamado pela lei de “atividades de interação com os educandos” (art.2º §4º).

Leia mais ...

11 | Janeiro | 2012
Direitos do Professor no Rio: mantê – los é fundamental

0

 Janeiro é um mês de férias para o Professor do Ensino Básico da rede municipal de Educação no Rio.

 
Mas é um mês estratégico para que se tenha atenção para que não sejam solapados seus direitos de servidor público.

Leia mais ...

22 | Dezembro | 2011
Direito do professor é fundamental!

1

O professor não pode ser metade professor, e metade boia-fria da educação
 

Nossa última postagem deste ano vai dirigida aos professores do ensino fundamental da Cidade do Rio.  Isto para que, logo no início de 2012, seus direitos plenos sejam definitivamente reconhecidos.

 
Na Cidade do Rio, há mais de uma década, milhares de professores do Ensino Básico trabalham 40 horas, e são pagos regularmente por 20 horas, e as outras 20 são pagas como se fossem “boias frias”: através de um artifício com um codinome de “encargos especiais”.  E essas outras 20 horas – a chamada de dupla regência – ficam de fora do pagamento regular de seus direitos estatutários e previdenciários.

Leia mais ...

 

Paisagem Cultural do Rio ameaçada pela obstrução de prédios

Galeria completa aqui

  • E por falar em imóveis abandonados, não só os históricos … 20 | Julho | 2017
    E por falar em imóveis abandonados, não só os históricos …
    0

    Imóveis abandonados não são  só uma questão dos bens históricos preservados. É uma questão urbanística, como mencionamos em nosso blog desta semana!  Vale para bens públicos e privados, como ressalta este editorial da Folha SP.   Neste artigo destaco a seguinte frase: “Paris, antes de privatizar 23 grandes áreas, promoveu concurso internacional para selecionar as melhores propostas. Evitou, assim, a proliferação de condomínios ou shopping centers que nada acrescentariam à cidade.”  Por que não imitar? (mais…)

  • “Uso de redes sociais na política esmaga o futuro” 12 | Junho | 2017
    “Uso de redes sociais na política esmaga o futuro”
    0

    Nesta entrevista à Folha de São Paulo, um dos especialistas franceses mais renomados em ciências da comunicação defende uma concepção da comunicação que privilegia o homem e a democracia, ao invés da técnica e da economia. “Eu sou da opinião de que há mais inconvenientes do que vantagens das redes sociais na política. É uma perversão total achar que a ausência de atores intermediários melhora a política. Não há política sem atores intermediários”, destaca. Confira aqui. (mais…)

  • Serra de São Domingos é tombada como patrimônio estadual 5 | Junho | 2017
    Serra de São Domingos é tombada como patrimônio estadual
    0

    A Serra de São Domingos, de Poços de Caldas, foi tombada como patrimônio estadual. O tombamento foi realizado pelo Conselho Estadual do Patrimônio Cultural de Minas Gerais. “Conservar a Serra de São Domingos é, como afirma Sônia Rabello Castro, ‘proteger do dano, da mutilação e da descaracterização’ ”, explica Françoise Jean , diretora de Proteção e Memória do Iepha-MG. Confira mais aqui.

  • Legado Olímpico do Rio torna-se herança a lamentar 29 | Maio | 2017
    Legado Olímpico do Rio torna-se herança a lamentar
    0

    Neste artigo, publicado no Urbe CaRioca, o destaque do National Post, com um relato detalhado onde Scott Stinson faz várias indagações, desde sobre o paradeiro das sementes levadas por atletas durante a abertura dos Jogos Olímpicos – que seriam destinadas à formação de um parque no pólo de Deodoro – até o prometido tratamento de esgotos que nunca chegou. Confira aqui.

  • América F.C. – História diz que shopping não salva clube 5 | Abril | 2017
    América F.C. – História diz que shopping não salva clube
    0

    Neste artigo do Urbe Carioca, a arquiteta urbanista Andréa Redondo destaca que “do mesmo modo que não há garantia de que estádios resolverão os problemas financeiros dessas instituições, é de se indagar se liberar a construção de shoppings, à custa do solo e da paisagem urbanas, salva clubes de futebol. (mais…)

    Cadastre-se

    Receba notificações de novas publicações

                   

    Paisagem Cultural do Rio ameaçada pela obstrução de prédios

    Galeria completa aqui

    Cadastre-se

    Receba notificações de novas publicações

     

    Cais do Valongo: patrimônio mundial. E agora?

    Crédito: Sonia Rabello