Receba meu informativo


0


No momento em que estava para escrever um pequeno artigo sobre Buenos Aires e o seu tradicional bairro de San Telmo, apareceu, na mídia carioca, o anúncio do já polêmico “novo Museu Marítimo”, numa das áreas mais importantes da paisagem cultural da Cidade – o Cais dos Mineiros, na entrada da Baía.

65787142_ancelmo_gois_-_exclusivo_-

Reproduções

E o que isso tem a ver com Buenos Aires e o bairro San Telmo  e com o Rio e o “novo” Museu Marítimo? Tudo a ver. Sobretudo quando o tema é a preservação da “cara” da Cidade.

Buenos Aires tem feições e características que a singularizam. E por que sentimos isso quando flanamos por lá?

Porque lá não se demole continuamente o que foi construído. O que está feito, está feito. Deixam o que está construído existir, incorporando-se à paisagem afetiva da cidade.  

rua do bairro

Rua do bairro de San Telmo – Buenos Aires

O bairro de San Telmo é isso;  suas construções não são necessariamente “velhas”, antigas ou coloniais. O que está lá edificado fica lá, meio misturado e às vezes pouco conservado. Porém, dinâmico, vivo.

Quando passeamos pelo bairro temos a certeza que estamos em Buenos Aires e não em qualquer outra cidade do mundo. O que foi construído passa a pertencer à paisagem da cidade e passa a ser respeitado.

portas em casas do bairro

San Telmo – portas em casas do bairro

A polêmica do “novo” museu da Marinha é o contrário disso. Uns argumentam que ele é novo, pois foi totalmente reformulado em 1996, imitando um prédio português, sendo um falso histórico. É, precisam mesmo explicar muito isto – que ele não merece ser preservado porque ele não é velho o suficiente. Confunde-se aí o velho com o histórico.

Contudo, parece que o prédio que lá está, apesar de não ser “velho”, já é histórico na paisagem do Rio e aos olhos dos cariocas.  Ele já se integrou afetivamente na paisagem urbana da Cidade, e por isso merece ser respeitado. 

Se o Rio continuar no processo de substituição de tudo, – o velho porque já está velho, e o novo porque ainda não está velho -, vai perder, definitivamente, a sua cara urbanística. E com ela a memória afetiva da cidade construída pelas gerações que nos antecederam.

Apesar da nossa magnífica paisagem natural, perderemos a paisagem cultural e vamos todos passear em Buenos Aires, para ver como uma cidade preserva sua identidade urbanística, a sua cara.

Confira também:

Artigos da arquiteta urbanista Andrea Redondo:

“Áreas da marinha continuam em foco – Novo Museu e nova polêmica à vista”

“Cais dos Mineiros – Mais sobre o novo Museu da Marinha”

Coluna Ancelmo Gois 21.03.2017

“Marinha explica: prédio que dará lugar a novo museu não é `histórico´, mas de 1996

 
0


Quem, em sã consciência, pode se preparar para ir à uma audiência pública marcada de um dia para o outro através de uma publicação do Diário Oficial do Município ? Pois então, os vereadores do Rio acham que dá para fazer uma audiência pública assim.

Publicaram nesta segunda-feira, dia 20, convocando para a realização no dia seguinte, dia 21, às 9h30 da manhã.  Seria hilário, se não fosse um assunto extremamente sério. Seria infantil, se não fossem os vereadores todos adultos, maiores, e ocupando nobres funçõesde legisladores da Cidade.  Tratam o cidadão, que eventualmente queira participar, com desprezo, e, consequentemente com de respeito. 

leia mais...
 
0


Quem diria; enquanto a Cidade, os periódicos cariocas, os fluminenses e as autoridades continuam ignorando Lota de Macedo Soares, figura a quem devemos o incrível e único Parque do Flamengo, o Google lhe dedicou nesta quinta-feira, dia 16 de março, data na qual completaria 107 anos, uma homenagem em forma de doodle nacional. Entendi agora, mais claramente, porque o Google é uma empresa de reconhecido destaque e popularidade.

leia mais...
 
0


Mais um clube falido do Rio coloca em cheque o bairro da Tijuca. Quer que lhe seja dado, de presente, o direito de fazer um shopping em seu enorme terreno no bairro, na Rua Campos Salles. O clube está decadente e deteriorado? Sim

O clube provou que as dezenas de milhares de reais que pleiteia ganhar, de presente, da Câmara de Vereadores do Rio será revertido para o seu proveito e dos seus atletas? A resposta é não !

leia mais...
 
0


Presos no país em condições absolutamente degradantes. Por isso, em recente decisão, o Supremo Tribunal Federal (STF) entendeu que, em situação flagrantemente indigna, eles fazem jus à indenização por danos morais.

Esta questão jurídica merece esclarecimentos pois, embora legalmente perfeita, como veremos, seus efeitos são bombásticos.  E, por isso, dividiu os votos dos Ministros integrantes da Suprema Corte do país.

leia mais...
 
0


A decisão liminar do Juiz paulistano Adriano Laroca, mandando o prefeito da cidade de São Paulo, João Doria, se abster de pintar de cinza os grafites da cidade, mirou no que viu e acertou no que não viu. E o que o Juiz viu?

Viu algo de errado em um prefeito que, com a sua experiência pessoal de administrar a sua empresa como se fosse a sua casa, determinou, por sua conta, risco e por gosto próprio, pintar de cinza painéis grafitados em muros públicos da cidade. E qual o maior equívoco da ordem do alcaide paulistano?

leia mais...
 
San Telmo - Março de 2017

Galeria completa aqui

    • “Anatomia de um crime” 23 | Março | 2017
      “Anatomia de um crime”
      0

      Nesta reportagem, na qual fui uma das entrevistadas, a Agência Pública percorre a história do Maracanã, patrimônio cultural destruído com autorização do Iphan e abandonado pelo poder público depois de mais de R$ 1,3 bilhão gasto em obras suspeitas de alimentar a corrupção. Confira aqui. O tema foi debatido e antecipado por diversas vezes neste site. (mais…)

    • Áreas da Marinha continuam em foco: novo museu e nova polêmica à vista 22 | Março | 2017
      Áreas da Marinha continuam em foco: novo museu e nova polêmica à vista
      0

      Neste artigo, a arquiteta urbanista Andrea Redondo destaca que a imagem de projeto para a construção de um “novo museu” na cidade do Rio de Janeiro, onde funciona o Espaço Cultural da Marinha, publicada na mídia, já causa polêmica nas redes sociais. A proposta cria um volume inteiriço de linhas simples e elegantes, que parece “embrulhar” o prédio existente e a base que o sustenta. Confira aqui.

    • Ruptura da reforma da Previdência 22 | Março | 2017
      Ruptura da reforma da Previdência
      0

      Notícia sobre a retirada dos servidores estaduais e municipais do texto da reforma da Previdência faz sua ruptura definitiva entre categorias de brasileiros. O argumento de que a retirada dos servidores públicos estaduais e municipais da reforma preserva a autonomia federativa e reduz o risco de judicialização é juridicamente falso. A reforma só pode ser feita por mudança na Constituição; e sendo a regra constitucional, ela vale para todos – ou deveria valer.  O picote da dita reforma vai reduzindo seu espectro aos trabalhadores privados – os do INSS. (mais…)

    • Vou ou não vou de bike? 2 | Março | 2017
      Vou ou não vou de bike?
      0

      Há alguns meses, depois que comprei pela enésima vez uma nova bicicleta (as anteriores dei para amigos e sobrinhos), estou tentando me inserir como ciclista urbana. Ao menos para circuitos pequenos, como ir à ginástica ou à fisioterapia. Apesar de toda a propaganda ao redor do tema, ainda acho dificílimo que uma pessoa já sexagenária adote esta alternativa e, por isso, listo aqui três das minhas maiores dificuldades. (Confira aqui)

    • Dinheiro estrangeiro na compra de estatais: vantagens? 22 | Fevereiro | 2017
      Dinheiro estrangeiro na compra de estatais: vantagens?
      0

      Em época de “privatização” da Cedae para pagamento de dívidas do Estado do Rio, vale a pena ler este interessante artigo. Dois pontos de interesse: o incrível montante de dinheiro vem do estrangeiro atraído pela taxa de juros no Brasil. E, dinheiro que entra, também sai em forma de remessa de lucros para o estrangeiro. Refresco num primeiro momento, mas cuidados no futuro. Não tem almoço grátis…

     

    Palácio Monroe -Crônica da demolição

    Crédito: Canal Brasil - Dia 27 de abril nos cinemas
    San Telmo - Março de 2017

    Galeria completa aqui

     

    Palácio Monroe -Crônica da demolição

    Crédito: ImagemTempo.com - Dia 27.04.2017 nos cinemas