Receba meu informativo


3


fotos

Parque do Flamengo (esq) e o Parque do Ibirapuera (dir)

Inaugurada a 31ª Bienal no Parque do Ibirapuera, na cidade de São Paulo. Em sua blog, Raquel Rolnik escreve um excelente artigo (vale a pena ler) sobre a integração daquele lindo parque paulista e a maior exposição de arte que há mais de três décadas acontece naquele espaço.

Sem ter a paisagem natural do Parque do Flamengo, o Ibirapuera, inaugurado dez anos antes, foi se recriando como Parque público e hoje é a mais importante área de lazer dos paulistanos. Com uma área um pouco maior do que o Parque do Flamengo, é totalmente cuidado pela Prefeitura de São Paulo, cujo carinho por ele se traduz em sua página, no site da Prefeitura daquela cidade.

O blog de Raquel Rolnik me fez lembrar, imediatamente, do Parque do Flamengo, inaugurado em 12 de outubro de 1964, há exatos 50 anos, e que até hoje tenta manter a integridade de sua destinação pública. No Google, não nenhuma relação entre a Prefeitura do Rio e o mais bonito parque da Cidade. E, há anos, há uma corrida para privatizar os seus espaços. Exemplo disto é o arrastado caso do pedaço do Parque do Flamengo denominado “Marina da Glória”.

Nesta área – a Marina da Glória – , diz-se que um nova empresa, a BR Marinas, teria sucedido a REX (ex grupo EBX) em uma nova tentativa de administração privada daquela área pública. Será que o intuito é abrir espaços para o esporte náutico público ou continuaremos com a tentativa de shows e mega eventos privados naquela área destinada pelos seus fundadores ao lazer, à educação ambiental e social?

Ao clicar o Google com a entrada “Parque do Flamengo” a primeira referência é o Wikipédia, que continua a chamar o Parque de “Aterro”, assim como toda a imprensa do Rio!

A segunda referência ao Parque é o nosso blog sobre o assunto, que mantemos desde antes de 2009, quando recomeçou a luta da sociedade civil contra a privatização dos seus espaços, especialmente da Marina da Glória.

Estas duas referências, bastante informais e precárias, revelam o desapreço que os órgãos oficiais, especialmente a Prefeitura do Rio, tem por seu mais bonito parque público, referência do Rio como Paisagem Cultural Mundial na UNESCO. Uma falta de cuidado, amor e zelo que se revelam na total falta de informação em seu portal público!

Qual o projeto do Rio para o seu mais majestoso parque público – 0 Parque do Flamengo?

 
0


O lindo Centro Histórico da Cidade do México (fotos) não é, de verdade, o seu centro histórico original. Ele foi construído em cima do Templo Mayor, área principal da capital asteca de Tenochtitlán.

leia mais...
 
0


Ainda não foi desta vez que vimos a mudança chegar nas esferas políticas. Será que ela chegará lá antes do que na própria sociedade? Acho que não. Os políticos, como vimos, são as escolhas diretas dos próprios cidadãos.

leia mais...
 
4


A vantagem de ter Marina como presidente é que ela pode ser a estadista que precisamos para governar o Brasil.

Estadista, para mim, é o governante que está disposto a perder uma eleição, a perder o prestígio, a perder a aceitação e a compreensão públicas em prol de fazer aquilo que precisa ser feito. Uma raridade completa na política. Mais do que detalhes nas propostas, é o conjunto do procedimento na vida pública que conta. É ele, o procedimento, o comportamento que condiciona as decisões dos que governam.

leia mais...
 
0


O gosto pouco público dos vereadores do Rio

A notícia de derrubada do veto sobre permissão de fechamento de varandas na Barra da Tijuca e adjacências da lei reforça a impressão de que vereadores do Rio se empenham mais em propor leis que satisfaçam a grupos específicos de eleitores do que a políticas públicas de planejamento.

leia mais...
 
  • Meio Ambiente 15 | Outubro | 2014
    Preservação

    O blog Urbe Carioca lançou um desafio ao projeto Ágora da Prefeitura: cancelar o projeto do Campo de Golfe, pois já se sabe que os organizadores têm alternativa, e revigorar a lei anterior que garantia a complementação da Avenida Prefeito Dulcídio Cardoso, a antiga Via 2, e o parque em volta da Lagoa de Marapendi. Confiram.
  • Rio Antigo 30 | Setembro | 2014
    Logradouros

    Álbum Iconográfico contendo a maior parte dos logradouros da parte central do Rio de Janeiro, alguns provenientes do século XVI, apesar do arrasamento do Morro do Castelo, núcleo inicial da Cidade do Rio de Janeiro, depois da sua transferência da Cidade Velha (Urca). Uma homenagem do historiador Cau Barata ao aniversário dos 450 anos da Cidade que se aproxima. Confira abaixo.

Logradouros da Cidade (1800-1920)

Crédito: Cau Barata

Centro Histórico do México

Galeria completa aqui


  • Parlamentares fazem lei sem valor: e daí? 16 | Outubro | 2014
    Parlamentares fazem lei sem valor: e daí?
    0

    Parlamentares estaduais e municipais são useiros e vezeiros em fazer leis que são inconstitucionais. Mas, mesmo assim, dão seguimento ao projeto de lei só para enganar o seu eleitorado.   O Tribunal de Justiça do Rio, nesta terça,dia 14, mais uma vez julgou inconstitucional a lei proposta por três parlamentares do Estado do Rio (Luiz Paulo, Rosângela Gomes e Xandrinho) que faziam reserva de vagas para negros e índios em concursos públicos estaduais de todos os Poderes - Executivo, Legislativo e Judiciário. Evidentemente os parlamentares ao propor a lei sabiam que a mesma era inconstitucional, a exemplo dos seus colegas que a aprovaram.   Mas, não custa fazer este "disfarce" para os eleitores, ainda sabendo que isso sobrecarregará o Judiciário com mais ações. Falta estabelecer o princípio da "responsabilidade legislativa" para não enganar o consumidor-eleitor e não ocupar de forma demasiada a máquina judiciária com falsidades legislativas. 
  • Moradia: aluguel ou propriedade? 14 | Outubro | 2014
    Moradia: aluguel ou propriedade?
    0

    Está na ordem do dia nas discussões de políticas públicas: provimento de habitação para a população não atendida pelo mercado imobiliário. Mas, pouco se discute sobre a alternativa sob a forma de aluguel.  Não deixem de assistir a este interessantíssimo vídeo sobre o assunto.
  • A regra das infrações urbanísticas: 29 | Setembro | 2014
    A regra das infrações urbanísticas:
    2

    "Mejor pedir perdon do que pedir permiso"; ou seja, comete-se a infração e depois é que se procura legalizá-la. Este ditado que pode ser verdadeiro em quase todas as burocracias sul-americanas e que faz o cidadão desanimar de cumprir a lei.
  • Lagoas, esgotos e licenças para continuar poluindo 16 | Setembro | 2014
    Lagoas, esgotos e licenças para continuar poluindo
    1

    Por que se licencia novas construções que vazam seus esgotos nas lagoas da Barra? 
  • Baia da Guanabara: despoluição, planejamento, licenças 10 | Setembro | 2014
    Baia da Guanabara: despoluição, planejamento, licenças
    1

    Sobre a despoluição da Baía da Guanabara : passa, necessariamente, pelo controle do licenciamento das edificações nos municípios circundantes, pois são elas que jogam esgoto, in natura, nas águas.